Home > Staff > Michael Boris MANDIROLA
Michael Boris
Michael Boris MANDIROLA
Komitatano Ĉ

Função

Presidente, Diretor responsável por Relações Externas e Treinamento de Ativistas

Nascimento

1988

Cidade Natal

Turim, Itália

O que você faz da vida, além do Esperanto?

Sou mestre em engenharia da computação e trabalho como consultor em uma empresa de Turim. Também fui nomeado, por proposta da TEJO, para o Conselho sobre Membresia do Fórum Jovem Europeu, desde novembro de 2014

O que você já fez dentro do movimento?

Aprendi esperanto através de um curso online da IEJ (Juventude Esperantista da Itália) em 2005 e me engajei a partir de 2006, quando participei pela primeira vez do IJF (Festival da Juventude Esperantista),  em que me tornei parte da diretoria. Até hoje faço parte da diretoria da IEJ, em que já desempenhei todas as funções possíveis.

Minha relação com a TEJO começou em 2006 quando participei de um seminário sobre direitos linguísticos. Depois me tornei membro do Comitê A (2007), Comitê B (2010) e no mesmo ano fui escolhido para a Comissão de Relações Externas (no qual eu trabalhei relacionado ao Fórum Jovem Europeu). Em 2011 fui escolhido vice-presidente da TEJO e fui responsável, por relações externas durante dois anos, e ativismo local por mais dois. Em 2015 me tornei presidente.

Além disso, fui membro da diretoria da Federação Italiana de Esperanto de 2011 a 2014, em que me ocupei principalmente da juventude e  questões técnicas. De 2009 a 2013 fui diretor da ARCI ESPERANTO e desde outubro de 2013 presidente da NITOBE, associação radical por justiça e democracia linguísticas.

 

O que você pretende fazer pela TEJO?

As relações externas têm sido a minha prioridade desde que entrei para a TEJO, e certamente continuarão sendo na minha gestão como presidente. Creio que levar nosso ideal de justiça linguística aos centros de discussão política da juventude e elevar o respeito e apoio ao Esperanto como solução para os problemas da comunicação representam uma das principais tarefas da TEJO

Pretendo também fortalecer a TEJO juridicamente, financeiramente e em ativismo, tendo em vista o avanço de nosso escopo de trabalho.